Declínio da Rússia significa ascensão da China, diz especialista que previu invasão da Crimeia


Em entrevista à BBC News Mundo, Taras Kuzio afirma que, após este conflito, a Rússia entrará em 'rápido declínio como potência mundial'.


A invasão russa à Ucrânia continua avançando diante dos olhos perplexos do mundo. As tropas russas destruíram cidades inteiras, enquanto milhões de pessoas tentam escapar de um país devastado.

O dramático conflito bélico ameaça ser o evento mais transformador e perigoso na Europa desde a Segunda Guerra Mundial.

O que vai decidir esta guerra e como ela pode terminar? A invasão russa era realmente previsível? Putin pode recuar diante das sanções econômicas ocidentais? E quanta esperança devemos depositar nas negociações de paz?

Em entrevista à BBC News Mundo, serviço de notícias em espanhol da BBC, o acadêmico britânico Taras Kuzio, especialista em política, economia e segurança ucraniana, tenta responder a estas e outras perguntas.

Em 2010, Kuzio previu a anexação russa da Crimeia, que ocorreu em 2014 e desencadeou uma das piores crises entre Moscou e o Ocidente desde a Guerra Fria.

E apenas algumas semanas antes da invasão da Ucrânia pela Rússia, ele publicou um livro chamado Russian Nationalism and the Russian-Ukrainian War ("Nacionalismo russo e a guerra russo-ucraniana", em tradução literal), em que explica em profundidade a crise entre os dois países e discute a suposta obsessão do presidente russo, Vladimir Putin, por Kiev.

Fonte: G1

Postagem Anterior Próxima Postagem